DHEA – O Hormônio da Juventude

DHEA (desidroepiandrosterona) é o hormônio esteróide natural mais abundante em seu corpo. Às vezes é chamado de “hormônio da juventude“. E é uma fonte de seus hormônios sexuais.

DHEA
DHEA

O DHEA é sintetizado naturalmente em seus testículos, glândulas supra-renais e cérebro. É um precursor da DHT e testosterona nos homens e estrogênio nas mulheres. E pode ativar os receptores de androgênio e estrogênio.

Além de fazer DHEA, suas glândulas supra-renais também produzem cortisol. Que está em concorrência direta com o DHEA para produção. Quando o cortisol é alto, especialmente por períodos prolongados, suas glândulas supra-renais se desgastam. E a produção de DHEA irá diminuir.

DHEA pode ser feito no laboratório de inhame selvagem e soja. Mas seu corpo não pode produzir DHEA ao comer esses alimentos. Para impulsionar o DHEA, você precisa tomá-lo como um suplemento. [ii]

DHEA declina com a idade

A produção natural de DHEA do seu corpo varia com a idade. Baixos níveis são produzidos antes da puberdade. Com pico de produção nos seus 20 anos.

Entre as idades de 25 a 30 anos, os níveis de DHEA cairão em 80%. Afetando tudo, desde estado de alerta, memória, recordação e humor até o desejo sexual. Seu declínio está implicado em até mesmo algumas doenças neurodegenerativas.

A variação relacionada à idade na produção de DHEA levou os cientistas a acreditar que o DHEA poderia estar ligado ao próprio processo de envelhecimento.

Muitos atletas usam DHEA para aumentar a massa muscular, força e energia. Mas o uso de DHEA é proibido nos EUA pela National Collegiate Athletic Association (NCAA). Também é considerado uma “substância proibida” pela NBA, NFL e pelo Comitê Olímpico dos Estados Unidos.

No Canadá, o DHEA é considerado um medicamento e só está disponível mediante receita médica. O que diz algo sobre o poder do DHEA. É tecnicamente um esteróide.

Em 2007, o Congresso dos EUA tentou reclassificar o DHEA como um “medicamento esteróide anabolizante”. O que significa que este hormônio humano natural só estaria disponível como um medicamento de prescrição. Felizmente, essa legislação nunca passou e você ainda pode comprar DHEA como um suplemento de OTC nos EUA.

O DHEA também é comercializado como suplemento no Brasil.

DHEA é proibido em esportes profissionais

Como Funciona?

O DHEA aumenta a saúde do cérebro e funciona de várias maneiras. Mas dois em especial se destacam.

  • DHEA aumenta a memória de trabalho – A pesquisa mostrou que os níveis mais elevados de DHEA estão diretamente relacionados à concentração, memória de trabalho e função executiva (tomada de decisão).

Um estudo realizado na Austrália em 2003 e 2004 trabalhou com 295 mulheres com idade entre 21 e 77 anos. Os pesquisadores se propuseram a investigar se os níveis circulantes de DHEAS (sulfato de desidroepiandrosterona) contribuem para a função cognitiva.

As mulheres no estudo passaram por uma bateria abrangente de testes para funções cognitivas e níveis DHEAS. Os pesquisadores concluíram que “os níveis mais elevados de DHEAS endógenos são independentemente e favoravelmente associados à função executiva, concentração e memória de trabalho”. [Iii]

Nota: DHEAS é simplesmente DHEA que é produzido com a adição de um grupo sulfato. Naturalmente produzido em seu corpo, produz o hormônio estrona. DHEAS pode ser convertido no corpo para DHEA e ambos são frequentemente referidos como DHEA.

  • DHEA melhora o humor naturalmente – Descobriu-se que o DHEA melhora tanto o humor quanto a energia enquanto alivia a depressão.

O DHEA pode ser uma boa alternativa natural aos antidepressivos tradicionais. Um estudo duplo-cego, randomizado, controlado por placebo foi realizado no National Institutes of Health dos EUA com 46 homens e mulheres. Os sujeitos do estudo foram diagnosticados com depressão maior ou menor.

Os pacientes deprimidos passaram por 6 semanas de terapia com DHEA. 90 mg por dia durante 3 semanas e 450 mg por dia durante 3 semanas e 6 semanas de placebo. Eles foram então testados usando duas escalas diferentes de avaliação de depressão, e para a função sexual.

O estudo descobriu que o DHEA ofereceu uma melhoria significativa nos sintomas de depressão. E grandes melhorias na função sexual.

Em uma admissão muito rara do Conservador National Institutes of Health, “O DHEA provou ser um tratamento eficaz para a depressão maior e menor para crises de meia-idade.” [Iv]

A mais recente pesquisa científica valida o que sabemos dos efeitos antienvelhecimento do DHEA. E não é só para atletas. Os benefícios neuroprotetores do DHEA são vitais para a memória e para melhorar o humor.

Benefícios do DHEA

Níveis de DHEA diminuem com a idade

O DHEA apóia a saúde cardiovascular e ativa genes que previnem problemas de saúde cardiovascular, diabetes e obesidade. Aumenta a qualidade de vida e a função sexual. Melhora até a aparência de uma pele mais jovem.

A suplementação de DHEA pode melhorar a função cognitiva, memória e melhorar a tomada de decisão (função executiva). Diminui até mesmo a morte das células cerebrais e promove a saúde cerebral geral. [v]

Qual a Sensação?

Você deve experimentar um aumento perceptível na motivação logo após a suplementação com DHEA. Especialmente se seus níveis estiverem baixos.

DHEA melhora o humor

Se você está sob estresse constante, tem fadiga crônica, se sente fraco, deprimido ou tem um baixo desejo sexual – encontre um praticante naturopata. E tenha seus níveis de DHEA verificados.

Muitos biohackers sofrem desnecessariamente de alto estresse e baixa produção de DHEA. Não seja uma dessas pessoas.

A Pesquisa

DHEA é um hormônio esteróide e tem uma forte influência na estrutura e função do cérebro. O estresse físico e social tem efeitos negativos graves no hipocampo. Afetando memória e orientação.

O DHEA parece ter um papel neuroprotetor na redução dos efeitos tóxicos do glutamato e do cortisol elevados pelo estresse. Estudos mostram baixos níveis de DHEA em pessoas que sofrem de depressão maior. E se o cortisol e o DHEA estiverem desequilibrados, isso retardará a recuperação dessas doenças.

DHEA desempenha um papel no tratamento da depressão causada por estresse ou envelhecimento. Afeta tanto a estrutura celular do cérebro como sua função. [vi]

Os níveis de DHEA predizem quanto tempo você viverá

Cientistas no Japão decidiram determinar se os níveis de DHEA poderiam prever a longevidade. O estudo incluiu 948 homens e mulheres com idade entre 21 e 88 anos. Os pesquisadores mediram os níveis de DHEAS no início do estudo. E periodicamente pelos próximos 27 anos.

Os níveis do DHEAS foram mais altos nos homens do que nas mulheres, como esperado. Os níveis de DHEA foram medidos juntamente com a pressão arterial e o nível de açúcar no sangue. Das três medidas de saúde, os níveis de DHEAS nos homens foram o mais forte preditor de longevidade.

Não importa qual a sua idade, pressão arterial ou níveis de açúcar no sangue. [vii] Este estudo de 27 anos concluiu que os níveis do DHEAS poderiam ser uma maneira de prever quanto tempo você viverá.

DHEA melhora a memória

Estudos em roedores mostraram que o DHEA melhorou a cognição. Mas houve descobertas inconsistentes em humanos ligando a cognição à suplementação de DHEA. Então, cientistas da Universidade de Newcastle upon Tyne, no Reino Unido, decidiram descobrir por si mesmos.

Neste estudo duplo-cego, 24 homens jovens saudáveis ​​foram tratados com 150 mg por dia de DHEA por 7 dias. Humor, memória e o hormônio do estresse cortisol foram medidos. Incluindo digitalizações de seus cérebros para identificar as regiões do cérebro envolvidas na cognição.

Os resultados do estudo mostraram uma redução nas concentrações de cortisol à noite. E melhoras na memória e humorA recordação melhorou significativamente. E os pesquisadores concluíram que este estudo foi o primeiro a mostrar que o DHEA teve um efeito benéfico sobre a memória em homens jovens e saudáveis[viii]

Níveis de DHEA associados ao humor em golfistas profissionais

Vários estudos sugerem que os níveis de DHEAS caem após diferentes tipos de estresse agudo. Implicação do papel do DHEA no enfrentamento do estresse e na recuperação do estresse.

Pesquisadores em Taiwan queriam descobrir o que aconteceu com os níveis de DHEA durante um resultado negativo em uma competição esportiva. Neste caso, eles estudaram 14 jogadores de elite que participavam de um grande torneio nacional de golfe.

Os golfistas foram divididos em 2 grupos. Um grupo fez o corte durante a competição. E o outro grupo não fez o corte. Os níveis do DHEAS foram medidos em ambos os grupos 1 dia antes da competição. E depois nos dias 1, 3 e 5 após a competição final dos jogadores.

Os resultados do estudo mostraram que os níveis de DHEAS nos jogadores que fizeram o corte durante a competição não mudaram. Aqueles jogadores que não conseguiram fazer o corte experimentaram uma queda nas concentrações sanguíneas de DHEAS.

Este estudo sugere que o DHEA desempenha um papel no seu mecanismo de enfrentamento durante os tempos psicologicamente desafiadores. A suplementação com DHEA durante períodos de estresse pode ajudar a aliviar alguns dos sintomas normalmente associados a altos níveis de estresse[ix]

DHEA aumenta os níveis de energia e cognição

Dosagem

A dose recomendada de DHEA é de 25 a 50 mg por dia.

DHEA é um hormônio esteróide forte. E baixas doses suplementares afetam a expressão gênica na inibição da síndrome metabólica. Suplementação de DHEA aumenta a resistência óssea,cognição e a memória.

A suplementação de DHEA não é recomendada para menores de 18 anos. E como muitos nootrópicos, DHEA demais não é uma coisa boa. Isso pode levar a problemas.

Muitos usuários e médicos recomendam fazer “férias hormonais”. Em outras palavras, use DHEA por um mês e tire um mês de folga.

Suplementar com DHEA além do intervalo normal pode ser aconselhável por curtos períodos de tempo. Como a restauração de um sistema adrenal depletado. Mas a manutenção de grandes doses de DHEA pode levar a efeitos colaterais desagradáveis.

Nota: Se você foi diagnosticado com um câncer dependente de hormônio, você não deve suplementar com DHEA até que seu câncer tenha sido curado.

Efeitos Colaterais

Testar os níveis de DHEA é muito importante se você planeja suplementar com esse composto poderoso. Porque se os seus níveis hormonais são normais e você começa a tomar DHEA, você pode experimentar efeitos colaterais como acne, perda de cabelo, formação de tumores, arritmia cardíaca e insônia.

Em doses superiores a 100 mg, o DHEA tem sido associado a efeitos colaterais. Muitos especialistas alertam contra altas doses de DHEA. Ou uso a longo prazo.

Formas Disponíveis

A forma mais comum de DHEA está na forma de cápsula. Os fabricantes de suplementos oferecem cápsulas que variam de 10 a 100 mg. Você pode até obter DHEA como uma pomada, pastilha ou creme.

DHEA em forma de cápsula

Tenha em mente que uma cápsula de 25 mg de DHEA não fornecerá 25 mg de DHEA ao seu sistema. Primeiro, ele deve passar pelo fígado, onde será quebrado.

Seu corpo não está acostumado a obter hormônios através de seu sistema digestivo. Uma vez engolido, apenas 10-15 por cento acabará por atingir os tecidos que você está alvejando – como seu cérebro.

É por isso que muitos médicos naturopatas sugerem usar um creme DHEA. Mas aqui novamente você tem um problema. Enquanto mais DHEA é biodisponibilizadol usando creme DHEA em sua pele, alguns argumentam que há ainda uma maneira melhor de tomar DHEA.

Tal maneira seria aplicar o creme nas membranas da sua vagina se você for mulher. E no seu reto, se você é um homem.

Uma outra opção é tomar DHEA sublingualmente. Faz sentido lógico que, se tomado sob a sua língua, o DHEA contorne o seu fígado. E vai diretamente para sua corrente sanguínea.

Fonte: https://nootropicsexpert.com/dhea/

Tradução: Renan Marron e Mota

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Deixe seu comentário

Sobre o Autor

Meu propósito de vida é difundir a arte do biohacking ajudando o maior número de pessoas. Sou viciado na possibilidade de nos tornarmos imortais e já provei quase todos os nootrópicos que sem notícia.

Últimas Publicações